O Que é um Vegetariano?


Apesar dessa não ser a origem etimológica do termo, convencionou-se que o termo “vegetariano” designa um indivíduo que pratica uma dieta vegetariana, ou seja, exclusivamente à base de vegetais. Mas há diferentes tipos de vegetarianismo:

- Os veganos excluem todos os alimentos e ingredientes de origem animal da sua dieta, desde a carne, incluindo a carne de peixe, aos ovos, leite, derivados destes, e ao mel. Os veganos recusam também o uso de qualquer tecido animal no seu vestuário ou como acessório – pele de qualquer tipo, pêlo, lã ou seda –, o uso de produtos testados emanimais, e procuram o mais possível ter uma vida que tenha o menor impacto possível na vida destes;

- Os ovo-lacto-vegetarianos excluem a carne (incluindo a carne de peixe) da sua dieta, mas consomem ovos, leite, e produtos derivados destes, assim como mel;

- Os ovo-vegetarianos exluem todos os produtos animais da sua dieta, excepto os ovos e seus derivados, e os lacto-vegetarianos excluem todos os produtos animais da sua dieta, excepto o leite e seus derivados;

Alguns ovo-lacto-vegetarianos, ovo-vegetarianos e lacto-vegetarianos excluem o mel da sua dieta, outros aceitam-no.


Um “Pesco-Ovo-Lacto-Vegetariano” é um vegetariano?


Não. Há pessoas que, apesar de não comerem carne de mamíferos, como porcos e vacas, e de aves, como galinhas e perus, comem, ainda assim, carne de peixes, como atuns ou sardinhas, ou “marisco”, como lagostas ou camarões. Estas pessoas não são vegetarianas. É, ainda assim, um passo positivo deixar de comer carne de pelo menos alguns animais, mas esse deve ser visto apenas como um passo intermédio para quem quer ser vegetariano deixar por completo de comer animais, e não como uma decisão final.


E as pessoas que dizem que são “semi-vegetarianas” ou que só comem aves e animais pequenos?


Não, estas pessoas não são vegetarianas. Uma pessoa que come a carne de um animal, qualquer que ele seja, grande ou pequeno, terrestre ou aquático, não é vegetariana. Ser “vegetariano” só importa realmente se a decisão de ter uma dieta exclusivamente baseada em vegetais for de facto praticada – o termo não tem qualquer importância, o que tem importância é aquilo que significa e o seu objectivo.